Manifestação, pró e contras … contras e prós, … ou não é bem assim…

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Estamos vivendo a plenitude da Democracia. Podemos nos manifestar, sendo pró ou contra, ou nada disso, ou por tudo isso. E é por isso que estamos vivendo uma Democracia.

Na Democracia podemos nos manifestar, ser contra ou não, ser à favor ou não, ou mesmo de ser ou não ser, de outro tipo de regime, tanto faz que ele seja de esquerda de direita, de cima do muro, ou debaixo desse ou daquele capacho.

Estamos vivendo um momento histórico, afinal queremos mudanças, do status quo que se estabeleceu. Não podemos tolerar certos mandos ou certos desmandos. Estamos aprendendo no cerne ou no lombo, que algo tem de ser mudado, claro que esperamos que seja para melhor. E para que façamos um mundo melhor temos que arrumar o que está errado.

Não é tirando este(a) ou aquele(a), mandatário(a) de plantão é que iremos mudar o que está errado. Não é com uma “vara de condão” que mudaremos o nosso quintal, e o nosso mundo.

O momento é propício à mudanças. Não mudanças radicais, ou por mero confronto de um lado ou de outro. O povo clama por mudanças. Assim temos que observar os acontecimentos, melhorar a forma de interpretar e buscar melhores homens e mulheres para gerir, com aquilo que queremos ver mudado.

Observando as manifestação e, percebeu-se que existem os que forma pagos para manifestarem-se à favor e um mundaréu de gente pedindo mudanças.

A mudança já começo à ocorrer. Antes o povo só saia na rua em dias de carnaval e em épocas de copas do mudo e outras menos importantes. O que se apercebeu é que as manifestações, salvo aquelas que notadamente foram pagas para com diárias pessoas balancem bandeiras e gritem gritos de ordem, sem tampouco saberem o que estão gritando, viu-se muitas milhares de pessoas vindo à pé, de ônibus coletivos (e pagos pelos próprios manifestantes), de metrô, etc., e pacificamente exporem faixas, cartazes, placas, cartolinas, com escritos próprios, garranchos e com muitos erros de concordância no mais puro português vivido, diferente das manifestações pagas, com faixas enormes impressas em impressoras gigantes com excelentes frases e de efeito com todos os acertos gramaticais.

Essas são primeiras diferenças vistas,. O que nos faz supor que, como disse acima é um momento histórico que estamos vivendo, e que creio para melhor. O povo está se manifestando, e com essas manifestações certamente os parlamentares, terão mais ímpeto e mais força para propor mudanças. Os que estão nos muitos cargos executivos, certamente viram que as mudanças propostas não vão além de austeridade com os dinheiros públicos, e que estes sejam melhores utilizados, e que essa austeridade tem de ir ao encontro dos anseios da população.

Por isso é que as manifestações tem de ser vistas como verdadeira metástase de uma mudança maior e para melhor. Espero que todos os que hoje vivam, recordem-se desse dia, para que nas próximas eleições, ouçam as entrelinhas dos discursos, para que o “canto da sereia” não inebrie o ouvinte e não mais os atraiam à precipícios futuros.

Vamos em frente, sabedores que podemos ser a escorva da mudança, para melhor, que tanto almejamos.

Feliz Futuro, à partir de agora, que temos tanto à fazer…

Manéco 15/03/2015